domingo, 8 de julho de 2007

O Balconista II (Clerks II, 2006)



O diretor Kevin Smith retoma os personagens Dante e Randal de seu primeiro Balconista (Clerks, 1994). Além, é claro, da famosa dupla Jay e Silent Bob (vivido pelo próprio Smith), que estão hilários como sempre. Dizia-se que O Balconista fazia parte de uma trilogia de Smith, iniciada com O Balconista, depois o bobo Barrados No Shopping (Mallrats, 1995), e Procura-se Amy (Chasing Amy, 1997), sendo este último estrelado por Ben Affleck. Os personagens Jay e Silent Bob sempre foram figuras cativas em todos esses filmes. Além dessa característica, os filmes de Smith eram todos de baixo orçamento, logo considerados produções alternativas ao cenário milionário de Hollywood. Ben Affleck e Jason Lee (o "agasalha pepino")são amigos que atuam de vez em quando em suas produções, e sendo assim também dão o ar da graça em curtas aparições de O Balconista II.


O filme é recheado de referências fílmicas, como a cena de Jay dançando ao som da trilha que embalou o psicopata de "O Silêncio dos Inocentes" (The Silence of The Lambs, 1991). E a excelente discussão entre Randal e um cliente sobre as trilogias "O Senhor dos Anéis" e "Guerra Nas Estrelas". O que o filme tem de bom, além dos diálogos, que nos leva a dar boas risadas, é o fato dele ser uma verdadeira forma de protesto contra a essa idiota ideologia americana dos "loosers". Afinal, segundo as convenções americanas é isso que os dois personagens principais são. Porémo que o filme propõe é que não importa se as pessoas te consideram ou não um perdedor, e sim o que você faz da sua vida para que ela tenha algum sentido para você mesmo.