sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Roberto Carlos Em Ritmo de Aventura


Finalmente consegui ir ao Claro Cine, que antes era o Vivo Open Air. Uma tela de cinema de 286 metros de altura exibe vários filmes, de vários estilos. Porém a agradável surpresa dessa última edição foi a produção brasileira de 1967, Roberto Carlos Em Ritmo de Aventura. Com direção de Roberto Farias, o filme mostra o nosso querido Rei em várias situações de aventura. Ele pilota um carro em alta velocidade, foge de bandidos, pilota avião e helicóptero. E por falar em helicóptero, essa cena é simplesmente de tirar o fôlego. O verdadeiro piloto que fez a cena merece todos os créditos. O helicóptero passa por dentro do Túnel do Pasmado! É realmente incrível de se ver! Sem falar na maravilhosa paisagem de um Rio visto de cima, em pleno anos 60. É uma viagem total!!
Além disso, o filme inova em sua linguagem também. Ele é metalinguístico, o que lembra, em alguns momentos, o estilo do roteirista Charlie Kaufman, com essa questão da ficção se auto-questionar. Roberto Farias dirige de uma forma habilidosa e inovadora essa divertidíssima produção que conta com figurino de Minelli, atuações de José Lewgoy e Reginaldo Farias, além das maravilhosas canções do Rei, é claro!! O roteiro também é uma brasa, mora?! Os diálogos são ótimos!

Ai, ai, realmente tempos muito bons, tanto do cinema brasileiro quanto das músicas! E para complementar este evento, no final da exibição do filme rolou o show de “Lafayete e os Tremendões”, que é uma galera nova (como Gabriel Tomaz, do Autoramas e Érika Martins, do extinto grupo Penélope) que se uniram com o tecladista Lafayete, que tocou com o próprio Rei. Juntos eles fazem uma releitura das músicas de Roberto. Enfim, um programa muito bacana que valeu a pena de se ver e ouvir.