domingo, 25 de agosto de 2013

Frances Ha



Frances é o nome da personagem vivida pela atriz Greta Gerwig, que também assina o roteiro do filme em parceria com Noah Baumbach. Noah passou a ter mais reconhecimento após o filme “A Lula e a Baleia” (The Squid and the Whale, 2005), que também escreveu e dirigiu. Greta atua mais no cenário de filmes independentes americanos, mas já participou de produções que fazem parte do mainstream, como “Para Roma com Amor” (To Rome With Love, 2012), de Woody Allen e “Sexo Sem Compromisso” (No Strings Attached, 2011), de Ivan Reitman. “Frances Ha” (idem, 2012) tem como parceria de produção a produtora brasileira do Rodrigo Teixeira, a RT Features, que já produziu filmes como “O Cheiro do Ralo” (2006) e “Heleno” (2011).

Bling Ring, A Gangue de Hollywood


O vazio existencial parece ser o tema recorrente de Sofia Coppola, que desde o seu primeiro longa, “As Virgens Suicidas” (The Virgin Suicides, 1999), vem retratando, em variados níveis, a incansável busca de seus personagens em preencher esse vazio. Seu mais recente filme parece, mais uma vez, não fugir dessa premissa. “Bling Ring, A Gangue de Hollywood” (The Bling Ring, 2013) é baseado em um artigo publicado pela jornalista Nancy Jo Sales para a revista "Vanity Fair", cujo título é “Os suspeitos usavam Louboutins”. Nele, ela relata e faz uma análise sobre o fato ocorrido entre 2008 e 2009 em que jovens de classe média alta de Los Angeles, roubavam mansões de pessoas ricas e famosas, tais como Paris Hilton, Lindsay Lohan e Orlando Bloom. O foco em jovens ricos sempre foi objeto de estudo da jornalista, que os acompanha de perto desde 1996.